terça-feira, 20 de janeiro de 2015

Decretos assinados nesta terça-feira pelo governador Flávio Dino visam a melhorar Educação em todo o Estado.

O governador Flávio Dino (PCdoB) assinou nesta terça-feira (20) seis decretos voltados para a melhoria da Educação no Estado. Pelos documentos, foram prorrogados contratos de 4 mil 990 professores, aberto seletivo para contratação de mais mil professores temporários, progressão funcional de 11 mil 144 professores, reajuste de 15% no salário dos professores contratados, pagamento do piso salarial nacional em todos os patamares do magistério e realização de reparos emergenciais em 93 escolas que estão sem condições de funcionamento.
Com professores contratados e escolas em condições de funcionamento de receber alunos, o semestre letivo terá início no dia 9 de março. As medidas foram elogiadas pelo presidente do Sindicato dos Profissionais de Educação do Estado do Maranhão (Sinproesemma), Júlio Pinheiro, lembrou que na gestão anterior, a recomposição salarial chegou a ser parcelada em quatro vezes e não foram raras as pressões do Sinproesemma que chegou, inclusive, a decretar em 2011 uma das greves mais longas da categoria que durou 78 dias. Somente após outra greve, em 2013, foi fechado o acordo em torno do Estatuto do Magistério”.

Medidas anunciadas:
  • Prorrogação dos contratos de 4.990 professores
  • Contratação de 1.000 professores temporários
  • Progressão funcional de 11.444 professores
  • Reajuste de 15% no salário dos professores contratos
  • Fixação do piso nacional em todos os patamares do magistério
  • Reparos emergenciais em 93 escolas que estão sem condições de funcionamento.


Nenhum comentário:

Postar um comentário