quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

Prefeitura de Caxias faz Fornecedores e prestadores de serviço passar fome , que continuam lamentando falta de pagamento

O prefeito Léo Coutinho diz que está tudo em dia no seu governo. O deputado Humberto Coutinho “confessa” na TV que o sobrinho prefeito tem atrasado alguns pagamentos, mas que logo, logo, tudo estará resolvido, e no meio dessa salada de versões, os fornecedores e prestadores de serviço da Prefeitura de Caxias sofrem o "pão que o diabo amassou" e falam cobras e lagartos do nosso jovem prefeito nas imediações do Palácio da Cidade.Curioso com o lamento sem fim dessa turma que toca o dia a dia da máquina da Prefeitura, resolvi pesquisar se de fato o governo federal não está repassando alguns recursos específicos na área de alimentação e transporte escolar, setores onde estão
os mais revoltados parceiros da viúva caxiense.


E as notícias que consegui levantar na minha pesquisa não são nada confortáveis para a versão da Prefeitura de que os recursos não estão disponíveis.


                 Os meses em atraso na alimentação e no transporte escolar são novembro e dezembro.

imagem / internet

Em 14 de novembro, através do FNDE, no Programa Nacional de Alimentação Escolar, os cofres da Prefeitura de Caxias receberam exatos R$ 39.036,00.


Em 30 de dezembro, no mesmo Programa, uma verdadeira chuva de dinheiro caiu nos felizes cofres do governo Léo Coutinho. Em 7 parcelas daquele dia, os recursos para alimentação escolar alcançaram a incrível quantia de R$ 396.220,00, somando R$ 435.256,00 (quatrocentos e trinta e cinco mil, duzentos e cinquenta e seis reais) somente nos meses alegados pelos fornecedores da Prefeitura de que não receberam pelos produtos entregues.


imagem / internet

Nenhum comentário:

Postar um comentário