quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

‘EI será derrotado’, diz Obama, ao apresentar pedido de autorização de guerra

O presidente Barack Obama pediu ao Congresso nesta quarta aval para uso de força militar contra o Estado Islâmico. Esta é a primeira vez que uma autorização de guerra é solicitada desde que os congressistas deram autoridade ao então presidente George W. Bush para travar a guerra do Iraque, em 2002.
O pedido não limita o âmbito geográfico das ações militares e prevê que o uso da força militar deverá ser concluído em um período de três anos, a menos que haja uma nova autorização. O Executivo também deverá informar o Congresso sobre o desenrolar das operações a cada seis meses.
Em um pronunciamento na Casa Branca, Obama defendeu que a medida tornará os Estados Unidos “mais fortes” no combate aos terroristas e declarou que a campanha militar será bem-sucedida. “Não tenha dúvida de que essa é uma missão difícil e continuará difícil por algum tempo. Mas nossa coalizão está na ofensiva e o EI está na defensiva. O EI vai ser derrotado”, afirmou, tendo ao seu lado o vice-presidente Joe Biden, o secretário de Estado John Kerry e o secretário de Defesa Chuck Hagel.
Barack Obama promete ‘derrotar’ o Estado Islâmico, em pronunciamento na Casa Branca ao lado do vice-presidente Joe Biden (esq), do secretário de Estado John Kerry e do secretário de Defesa Chuck Hagel

Nenhum comentário:

Postar um comentário