quarta-feira, 23 de março de 2016

Mãe que estava com filhas gêmeas é a primeira vítima dos ataques de Bruxelas a ser identificada

Extra
Tamanho do texto A A A
A peruana Adelma Marina Tapia Ruiz, de 36 anos, estava no aeroporto de Bruxelas, na Bélgica, para embarcar para Nova York, onde ela e sua família se reuniriam para a Páscoa. Segundo a “CNN”, ela é a primeira das 34 vítimas dos ataques terroristas a ser identificada.
A mulher estava acompanhada do marido, o belga Christopher Delcambe, e de suas filhas gêmeas de 3 anos de idade, Maureen e Alondra. Os quatro não estavam juntos no mesmo local porque o pai tinha levado as meninas para brincar, segundo a mídia estatal peruana. O marido e as filhas não se machucaram. Mais de 230 pessoas ficaram feridas nos atentados.
O irmão de Adelma, Fernando Tapia Coral, disse ao "New York Times" que ela estava viajando para visitar a mãe e a irmã em Nova York, nos Estados Unidos.
"As meninas tinham ido brincar e Christopher as seguiu para longe do portão quando a explosão ocorreu de repente. Christopher não encontrou Adelma", contou o irmão.

Adelma nasceu em Pucallpa, no Peru. Ela trabalhava como chef e tinha planejado abrir um restaurante peruano em Bruxelas, depois de estudar marketing na cidade

Leia mais: http://extra.globo.com/noticias/mundo/mae-que-estava-com-filhas-gemeas-a-primeira-vitima-dos-ataques-de-bruxelas-ser-identificada-18938460.html#ixzz43jTGcGvU

Leia mais: http://extra.globo.com/noticias/mundo/mae-que-estava-com-filhas-gemeas-a-primeira-vitima-dos-ataques-de-bruxelas-ser-identificada-18938460.html#ixzz43jTBFDQJ

Nenhum comentário:

Postar um comentário